Empresa amplia o escopo de atuação e abre novas frentes de mercado

Há exatos 65 anos, o imigrante italiano Nello Mazzaferro, identificou uma grande oportunidade no mercado brasileiro. Fugindo da Itália devastada pela Segunda Guerra Mundial, ele percebeu a demanda por fios de nylon e iniciou a importação do material em quilo e distribuição em peças, conseguindo assim uma boa margem de lucro. Com o crescimento dos pedidos, convidou o irmão, Mario Mazzaferro, para ajudar. Os irmãos enrolavam os fios que importavam da Itália em carretéis, na garagem da casa onde moravam, na Vila Mariana, na capital de São Paulo.

Com forte perfil empreendedor, compraram uma máquina extrusora e passaram a produzir o próprio material, como uma oportunidade de tornar mais regular o fornecimento de nylon para produtos ligados à pesca no mercado nacional. Abriram a primeira fábrica da companhia em São Bernardo do Campo. Anos mais tarde, foi criada a segunda fábrica, também no ABC paulista, em Diadema, importante eixo logístico do país. Assim, a empresa assumiu a liderança no mercado nacional de pesca.

Na década de 70, a Mazzaferro decidiu investir em um novo mercado, o de mono e multifilamentos. A ideia era expandir a atuação, buscando novas aplicações e novos nichos para o nylon. A busca era por produtos de maior valor agregado. Foi assim que surgiu a linha de utilidades domésticas, composta por vassouras, escovas e seus complementares, sob a marca Linea Bella. A companhia foi se tornando pioneira em design e inovação, chegando a construir uma fábrica para o segmento em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. “Começamos a ver a oportunidade de diversificar a atuação”, lembra o CEO, Cláudio Mazzaferro.

Anos mais tarde, a Mazzaferro decidiu abrir uma filial da unidade de pesca em Manaus, no Amazonas, que é o maior mercado de pesca do Brasil. Ali identificou também a oportunidade de distribuir redes importadas. Hoje, a empresa fabrica cerca de 220 toneladas de redes por ano e, por meio de logística reversa, recicla o equivalente a 55% desse total de produção, o que representa 150 toneladas de redes que deixam de poluir matas e mares. “Temos uma grande preocupação com sustentabilidade e meio ambiente. Esse é um projeto do qual muito nos orgulhamos”.

Na busca pela descomoditização, a companhia investiu ainda em uma nova fábrica de cartelas de mechas para demonstração de coloração capilar, a Color Charts, entrando assim para o mercado de beleza. A tecnologia veio diretamente da Itália, onde muitos profissionais da companhia passaram meses estudando para desenvolver o negócio no Brasil. “Somos uma das únicas no mundo que desenvolve esse produto com fio integrado, sendo que a coloração acontece junto com a produção do fio. E, fazemos isso porque a inovação está em nosso DNA. Estamos sempre buscando nos diferenciar”, explica Cláudio.

Esse diferencial também pode ser visto na linha Medical, que produz monofilamentos para suturas cirúrgicas, telas protéticas e dispositivos intrauterinos, o DIU. Só em 2017, a empresa vendeu 53 milhões de metros para suturas. Cerca de 57% desse total foi exportado para países como Índia, China, além de muitos outros dos continentes europeu, asiático, africano e americano. A qualidade desses materiais, que tem ISO 9001 e ISO 13.485, tem sido o maior destaque. As suturas têm biocompatibilidade assegurada, altíssima resistência ao nó e maciez.

Nessa revisão estratégica da economia de escala para a economia de escopo, a Mazzaferro vem se destacando pela inovação e diversificação, buscando sempre novas aplicabilidades, mercados e produtos de maior valor agregado. Entre os produtos que usam matéria prima da empresa estão ainda pneus, cintos de segurança, cortadores de grama, linhas de costura e até cordas de violão, produto que vai direto para o consumidor final. “Acreditamos que com dedicação, metas ambiciosas e essa visão de futuro, iremos cada vez mais longe”, finaliza Cláudio.

Sobre a Mazzaferro: http://www.mazzaferro.com.br / 11 4391-9000

A Mazzaferro é a maior produtora de fios técnicos da América Latina e serve a mais de 50 diferentes cadeias de produção. A companhia possui três subdivisões: Utilidades Domésticas, Medical e Cosméticos. Na unidade de Utilidades Domésticas, a empresa fez massivos investimentos marcas Lady e Lindona, que vem se tornando uma referência na produção de vassouras, escovas e seus complementares. Na área Medical, os destaques são a fabricação de suturas, DIU, telas protéticas, entre outros. A qualidade desses materiais tem sido o maior diferencial. As suturas tem biocompatibilidade assegurada, altíssima resistência ao nó e maciez. Na divisão Cosméticos, a novidade é a linha ColorCharts, cartelas de mechas para demonstração de coloração capilar. A empresa é uma das únicas no mundo que desenvolve esse produto com fio integrado, sendo que a coloração acontece junto com a produção do fio. A companhia possui ainda outras linhas de atuação que incluem fios para pneus e cintos de segurança, linhas de costura industrial, cordas de violão, cerdas para escova de dente entre outras. Dessa forma, a Mazzaferro está presente no dia a dia de milhares de pessoas e empresas pelo Brasil e ao redor do mundo.