Empresa brasileira fabrica gama ampla de produtos feitos de polímeros para áreas como a médica, de cosméticos e utilidades domésticas. Companhia está nos mercados árabes do Marrocos, Egito e Jordânia e avança para o Golfo.

São Paulo – A empresa brasileira Mazzaferro pretende elevar suas exportações dos atuais 30% para 50% da receita líquida em três anos e a expansão aos países árabes deve colaborar com a meta. A companhia fabrica produtos que têm como base polímeros de média, alta e altíssima performance, e são voltados para áreas diversas, como a médica, de cosméticos, utilidades domésticas e pesca.

De acordo com o CEO da companhia, Cláudio Mazzaferro (foto acima), este ano a empresa passou a vender fios para pesca, principalmente linhas para pesca a fundo (longas), nos Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita, e monofilamentos para a área médica nos Emirados. Também negocia a exportação para Emirados e Arábia Saudita de produtos para o setor de cosméticos, que são as cartelas de demonstração de produtos. Os artigos destes dois últimos segmentos já estão no Marrocos, Egito e Jordânia.

A Mazzaferro possui um braço que faz parte das origens da empresa, o de produtos para pesca, principalmente linhas, e outro que engloba produtos de utilidade doméstica, monofilamentos técnicos, monofilamentos para a indústria médica e cartelas para o setor de cosméticos. A empresa também possui uma agência de marketing integrado especializada no setor de beleza, a 3Chology.

Entre os produtos de utilidade doméstica produzidos pela Mazzaferro estão vassouras e escovas. Na área de monofilamentos técnicos há desde cerdas para higiene oral até linhas invisíveis para costura. Na área de indústria médica estão, por exemplo, os monofilamentos para tela cirúrgica e para sutura. Para o setor cosméticos são produzidos displays e cartelas de mechas para demonstração de coloração capilar.

Cláudio Mazzaferro conta que a empresa tem tradição em exportação, mas vem se modelando para ser mais internacionalizada, em uma orientação do conselho de administração, inicialmente de que o mercado internacional deveria representar 30% da receita líquida, que é onde a empresa conseguiu se colocar atualmente, e depois em 50%, meta para ser atingida em três anos.

Na área de pesca, o forte da exportação são as linhas para pesca esportiva. Os mercados vão desde a Argentina até o México, mas a empresa também vem trabalhando e já conseguiu entrar em regiões como Estados Unidos e Europa, de acordo com Mazzaferro. Já o braço que cuida das demais áreas tem uma pulverização grande de mercados no exterior. A área de produtos médicos, por exemplo, está presente em cerca de 40 países, de acordo com o CEO.

A Mazzaferro vem trabalhando na estratégia de migração da produção de commodities para as especialidades. Em vez de vender toneladas de fios, ela se aproxima cada vez mais do consumidor, oferecendo produtos com maior valor agregado e inovação, e com marca. “Migrar da commodity para a especialidade, da economia de escala para a economia de escopo, e do nacional para o global”, disse o CEO, sobre a estratégia.

A companhia foi criada há 65 anos pelo imigrante italiano Nello Mazzaferro, e está atualmente nas mãos da segunda geração da família. Nello começou o negócio importando fios de nylon e convidou o irmão, Mario Mazzaferro, para fazer parte da empresa. Depois eles passaram a fabricar o próprio material. A expansão para outros setores começou pela área de utilidades domésticas, com a marca Linea Bella, e seguiu com a diversificação de produtos e segmentos, até chegar ao patamar atual. A Mazzaferro é a maior produtora de fios técnicos da América Latina.

Contato:

Mazzaferro
Site: http://www.mazzaferro.com.br/
Telefone: +55 (11) 4391-9000