Palavra:
Seção:
Buscar
Como cuidar de sua vara de pesca

Passaremos a seguir passar algumas dicas para limpeza de varas, formas de desemendar varas macho e fêmea, desingripar varas telescópicas, como montar cabrestos em ponta de varas, alinhamento de passadores entre outros.

Passaremos, a seguir, algumas dicas para limpeza de varas, formas de desemendar varas macho e fêmea, desingripar varas telescópicas e de como montar cabrestos em ponta de varas, alinhamento de passadores entre outras dicas.

1 - Uma maneira muito comum para quebrar as varas é no transporte, principalmente quando são transportadas a granel. O correto é levá-las em tubos de PVC.
2 - Formas e locais de inúmeras quebras:
- Na porta ou na tampa do porta-malas do carro.
- Pisar nas varas no chão ou no fundo do barco.
- Colocar as tralhas de pesca, caixas, motores e baterias sobre as varas.
- No ventilador de teto nos quartos das pousadas.
- Transportá-la no fundo do barco com parte da haste apoiada sobre a quina do banco: com o barco em movimento, a vara vai batendo sempre no mesmo lugar, marcando fundo; este é o ponto de quebra.
- Transportar e deixar a vara flexionada no porta-mala do carro por longo tempo. Com o calor, o Blank ficará com uma deformação permanente (torta), aí o pescador vai tentar endireitar e a quebra.
- Encostar o barco no ancoradouro com as varas de ponta para fora do barco.
- Levantar o peixe grande com o uso da vara.
- Com o peixe fisgado, ir recolhendo até encostar o chumbo ou o girador na ponta da vara e tentar pegar o peixe com a mão ou o alicate.
- Daí por diante é só ser melhor observador e evitar estes ou outros acidentes.



Cuidados com as varas de pescar

Varas de encaixe, principalmente as de surf casting com uma ou mais emendas do tipo macho fêmea, deverão ser bem encaixadas. Esta medida está por volta de 8cm a 10cm. Verificar se não tem folga pois, caso contrário, depois de alguns arremessos, ela vai se soltando e se quebrar.

Estes cuidados com as emendas deverão ser observados na compra. O peso total a ser lançado pela vara não deve superar o indicado pelo fabricante. Ex.: 1 vara com casting de 50g a 150g. O peso do chumbo mais iscas não deve ser maior que 150g.

Quando se arremessar na praia com o pescador dentro da água, tomar o máximo de cuidado para que o chumbo não fique mergulhado, pois este arraste aumenta em muito o peso e vai quebrar a vara.


Limpeza da vara

Após a pescaria, principalmente quando for de água salgada, ao voltar para casa lavar o conjunto de vara, passador, porta-carretilha ou molinete, com água quente do chuveiro elétrico (retira melhor o sal), enxugar bem todo o conjunto e secar na sombra.
Nesta operação é bom evitar encher os tubos com água (proteger a boca do tubo com a palma da mão), pois fica complicado e demorado para secar.
Se for tubo fechado de um só lado, deixar de boca para baixo para escorrer a água e secar se tiver uma tampa com rosca (caso das varas telescópicas). Retirar a tampa para facilitar a secagem e só depois recolocar a tampa.

Forma de desengripar os tubos

Desmontar a vara, selecionar os tubos presos, escolher um piso duro e liso, posicionar o tubo perfeitamente perpendicular a 90º, levantar uns 20 ou 30 centímetros e bater. Se necessário, repetir a operação. Os tubos vão se soltar, limpar bem e montar a vara na seqüência de diâmetros dos tubos.
Telefone: +55 11 4391 9000
© Copyright 2006 Mazzaferro Indústria e Comércio de Polímeros e Fibras Ltda.